Notícias

Servidores da Ioepa recebem visita da Imagem Peregrina do Círio de Nazaré
07/10/2021

Servidores e colaboradores da Imprensa Oficial do Estado receberam na manhã desta quarta-feira (06) a visita da Imagem Peregrina do Nossa Senhora de Nazaré como é tradição em todas as edições do Círio de Nazaré. A imagem foi conduzida pelo presidente da autarquia, Jorge Panzera, até o altar onde estava sendo celebrada a missa, e depois circulou por vários departamentos.

A missa em ação de graças a Nossa Senhora de Nazaré teve início por volta das 9h40, e foi celebrada pelo Padre Pedro Diocrésio Francisco, em uma tenda ornamentada com fitas douradas para receber a visita da Imagem Peregrina, no estacionamento da autaquia.

“Foi um prazer poder pensar junto com a chefia da Gerad, que nos pediu uma decoração que pudesse compor com o cartaz do Círio, o dourado, o branco e o azul da Imprensa Oficial do Estado”, disse a servidora Maria Antônia, que preparou a decoração especial para receber a Imagem Peregrina.

Durante a aclamação e leitura do evangelho de Lucas (Lc 11,1-4), o Padre Pedro Diocrécio fez uma reflexão sobre a importância da oração. “Sabemos que a oração é o modo mais sublime de estarmos em sintonia com Deus. Aprendemos muitas ações em nossa vida, mas a oração do Pai Nosso foi ensinada pelo próprio Jesus, é única e não precisa mais de nada”, afirmou ele.

O pároco também reforçou que o objetivo da oração sempre é pedir algo para a nossa vida, daquilo que estamos precisando. “Precisamos confiar em Deus e na nossa confiança Deus há de nos prover de todo bem. E o que queremos é o fim da pandemia. Com as bênçãos de Deus e de Maria será o último ano que estaremos com essa máscara. Que essa visita da Imagem Peregrina seja a resposta de Deus pra nós de que tudo de melhor vai acontecer em 2022”.

Segundo a gerente administrativa da Ioepa, Carla Dinelli, a programação da visita do Círio passou por algumas mudanças neste ano. Até a edição passada, a celebração era realizada com a chegada da Imagem Peregrina. Neste ano, os servidores iniciaram a celebração cedo.
 
“Graças a Deus com a mudança de bandeiramento, pudemos pensar estrategicamente esta ação, com todos os cuidados necessários. Não vamos comemorar tanto quanto deveríamos, porque nesse percurso muitos servidores não estão mais aqui, mas a missa foi celebrada em memória deles, de todas as famílias enlutadas e que ainda sofrem as sequelas da covid e de toda a nossa gestão, pois graças a Deus conseguimos vencer e agora brindamos esse momento que já é tradição aqui”.

Para Jorge Panzera, o Círio de Nazaré com todas as visitas e romarias, representa um momento de comunhão do povo paraense. "Nós estamos passando por um tempo muito difícil ainda da pandemia, mas o que vai se confirmando pra nós, o que é uma certa lição do Círio, é que não precisamos cuidar só da gente, só da nossa saúde e da nossa família. Acima de tudo, precisamos cuidar de toda a sociedade. Só assim nós vamos construir um mundo de igualdade e de fraternidade que são os valores do Círio de Nazaré”.

Texto Julie Rocha
Fotos Ailson Braga

Fonte: Ioepa