Notícias

Editora da Ioepa faz cinco lançamentos
03/12/2021


O estande da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa)  teve um dia emocionante nesta quinta-feira (02) com o lançamento de cinco livros, dois deles de jovens autores premiados pelo Edital de Literatura Dalcídio Jurandir, da Editora Pública Dalcídio Jurandir, da Ioepa,  dentro da programação da 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, que ocorre na Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho, das 9h às 21h, até o dia 5 de dezembro.

 

Lançar um livro é um sonho para qualquer escritor, ainda mais quando essa obra representa um esforço de superação como no caso da é o caso da jovem escritora Milena Lima Costa, de 17 anos, que possui Transtorno do Espectro Autista (TEA), com seu “Histórias de Milena”, com ilustrações feitas pelo jovem Geovane Barbosa Ferreira, que também possui TEA e com quem Milena faz questão de dividir seu livro.

 

“Eu tive ajuda do meu amigo Geovane Barbosa. A gente estuda na mesma escola, na mesma classe, somos colegas. Todo dia quando o professor entrava na classe eu ia pedir pra ele desenhar um pouquinho pra mim. Na hora do recreio ele ia desenhar também, mas com a pandemia não está mais dando pra ele desenhar na sala na hora da aula, nem no recreio. Agora ele vai todo sábado lá em casa desenhar um personagem pra mim. E eu pinto. Ele desenha de lápis, eu cubro de caneta e depois pinto. Ele desenha muito bem, não faz do jeito que eu imagino, mas fica bonito mesmo assim”, declara a autora cheia de alegria e vivacidade.

 

Universo infantil - Millena disse que o público vai se apaixonar pelos personagens porque cada um tem uma personalidade. “Por exemplo, o João é divertido e brincalhão, o Lucas é doce e compreensível e a Helena é uma mamãe bastante maternal que gosta de cuidar dos seus filhos”, contou a jovem.

 

Para o presidente da Imprensa Oficial do Estado, Jorge Panzera, é uma satisfação poder receber uma jovem e talentosa contadora de histórias. "Que Milena possa inspirar muitos jovens escritores nessa nobre missão de que é escrever livros", afirmou Panzera.

 

 “Histórias de Milena” tem 119 páginas e custa R$ 15. Quem quiser comprar o livro pode ligar para a tia Vânia pelo celular  91 98156 8879.

 

Lincoln Campos Pranahê lançou o livro infantil “O Sapinho Perereco e o Grilo Saltitante”, voltado para o público infantil. O livro conta uma história de amizade. A história de aventura se dá no contexto amazônico, em que um amigo ajuda o outro e que tem um final feliz”, contou o autor.

A obra de Lincoln Pranahê custa R$ 35 e tem 46 páginas.

 

Saúde pública - O livro “As Políticas de Saúde do Pará na Primeira República”, do médico Raimundo Árias e da professora Regina Barbosa da Costa traz um resgate do ideário da República, que é o maior movimento político que aconteceu no Brasil. “A República vem contra o preconceito, vem contra os privilégios, vem contra a escravidão e é na saúde que começa a se estabelecer novos parâmetros no atendimento à população”, comentou Árias.

 

O médico ressaltou que a pesquisa se deu em grande parte nos exemplares do Diário Oficial do Estado (DOE), publicado pela Ioepa. “O DOE é um veículo que guarda a memória da vida pública, dos atos políticos de nosso Estado. Sem a Imprensa Oficial este livro não poderia ser feito”, declarou Raimundo Árias.

 

A professora Regina Barbosa da Costa disse que o livro “As Políticas de Saúde do Pará na Primeira República é voltado para as pessoas que se interessam pela saúde pública, para historiadores e pessoas da área da saúde. “Este livro vem trazendo histórias inéditas, nunca antes colocadas um livro, de forma metodologicamente escrita. É um livro que traz a gênese de instituições públicas que foram pioneiras nesse trabalho com a saúde a partir da República”, informou a autora.

 

Momento oportuno – Taion Almeida, autor de “Pedra Preciosa”, da região do Araguaia, e João G. Brito, que escreveu “Pelo Caminho do Rio Envelhecido”, do município de Cametá, dois vencedores do Edital Literário Dalcídio Jurandir, da Ioepa, estavam emocionados e felizes em poder apresentar ao público suas histórias voltadas ao público infanto-juvenil.

 

Taion Almeida, escritor do Araguaia, disse que seu livro se baseou em um conto de sua namora escrito quando ela tinha 12 anos. “Foi a inspiração para o livro que fala sobre duas crianças que entram na floresta e encontram uma figura mágica. Eles são atraídos para a mata pelo som de uma flauta”, contou Taion.

 

O autor ressaltou que além do tom lúdico e fantasioso da história , o livro toca em questões sensíveis relacionadas às mazelas sociais e ambientais que os grandes projetos de exploração mineral deixam na região amazônica. “A história dialoga com a exploração mineral e os projetos predatórios que existem no Pará”, avisou o jovem escritor.

 

Taion Almeida fez questão de destacar a oportunidade que o Edital da Ioepa trouxe para sua vida e sua trajetória literária. “O edital foi lançado em um momento muito oportuno. É muito importante um edital que revela novos autores, que abrange praticamente todo o Estado. Espero que o edital frutifique, revele mais gente e que se transforme em uma política pública de Estado, que seja uma coisa perene”, opinou Taion. O livro “Pedra Preciosa” tem 218 páginas, custa R$ 30 e pode ser adquirido com o autor pelo e-mail  taionalmeida@gmai.com.

 

Inspirado em Dalcídio – O outro vencedor do Edital Dalcídio Jurandir é João G. Brito, que escreveu “Pelo Caminho do Rio Envelhecido”, diz que seu livro é “uma obra ribeirinha”, que foi inspirado na infância de seu bisavô, tem influência direta da escrita de Dalcídio Jurandir e que trata de descobertas. “São três gerações que fazem suas descobertas em fases diferentes da vida. Um homem adulto, um idoso e uma criança que têm o rio e a vida ribeirinha como pano de fundo de suas trajetórias”, relatou João Brito.

 

Muito emocionado e feliz, o jovem escritor de Cametá ele também fez questão de elogiar a iniciativa da Editora Pública Dalcídio Jurandir com a criação de um edital literário. “Eu me inspirei no Dalcídio e ganhei um prêmio com o nome desse escritor que tanto admiro. Estou muito feliz e acho o prêmio superimportante para mim, para minha carreira como escritor. Tenho certeza que vai me abrir muitas portas”, comemorou João G. Brito.

 

O livro “Pelo Caminho do Rio Envelhecido” tem 90 páginas, custa R$ 30 e pode ser adquirido com o autor pelo perfil no Instagram @contoujoao. Todos os livros também estão à venda no estande da Ioepa na 24ª Feira do Livro e das Multivozes.

Fonte: